Copa Paulista

30.09.2018

Toro Loko estreia voando

Jogando fora, Red Bull Brasil bate o Santo André por 2 x 0

O Red Bull Brasil começou a segunda fase da Copa Paulista do jeito que queria. Jogando fora de casa, a equipe bateu o Santo André por 2 x 0, gols de Claudinho e Léo Castro.

Como o Mirassol venceu o Audax por 1 x 0, o Toro Loko terminou a primeira rodada como líder do Grupo 5.

“Foi importantíssimo, até porque fizemos uma boa apresentação e soubemos controlar o jogo. No primeiro tempo, não sofremos nada. No segundo, no comecinho era esperado eles pressionarem, mas a gente soube suportar isso”, disse o técnico Antônio Carlos Zago.

Na próxima rodada, o time de Antônio Carlos Zago vai receber o Audax, em Campinas, na quarta-feira, às 18h30.

“Campeonato de tiro curto, é importante sair assim, ainda mais com 2 x 0. Queira ou não, somos os primeiros do grupo. Vamos trabalhar bem nos próximos dias, temos dois jogos dentro de casa, talvez encaminhar nossa classificação já nos próximos jogos”, completou o treinador.

O JOGO

Mesmo atuando fora de casa, o Red Bull Brasil teve um bom controle do jogo desde o primeiro minuto. As chances demoraram a sair, é verdade, mas praticamente só o Toro Loko ameaçou na etapa inicial.

Léo Castro teve seu chute travado, mas Claudinho não perdoou. Depois de contra-ataque rápido, o camisa 11 recebeu de Everton e, com um belo toque, tirou o goleiro da jogada para abrir o placar aos 29 minutos.

No segundo tempo, o Ramalhão veio disposto a empatar e criou as primeiras oportunidades, principalmente com chutes de longa distância que passaram perto.

O Red Bull Brasil logo equilibrou as ações. Lucas Urias levou perigo em cobrança de falta ensaiada, mas foi Léo Castro que conseguiu balançar a rede novamente.

O artilheiro do Toro Loko no campeonato recebeu lindo passe de João Denoni e tocou na saída para marcar seu sétimo gol na competição, aos 31 minutos.

Com a vantagem no placar, foi só manter o sistema defensivo bem posicionado e garantir os três pontos.

 

FICHA TÉCNICA

Santo André 0 x 2 Red Bull Brasil

Estádio: Bruno José Daniel, em Santo André

Árbitro: Daniel Bernardes Serrano

Público e renda: 725/R$ 3.600

Cartões amarelos: PV (Santo André); Acácio (Red Bull Brasil)

Gols: Claudinho (29/1T) e Léo Castro (31/2T)

Julio Silva; Matheus Damião (Matheus Santiago), GB, PV e Gilberto Jesus; Jhonson e Alex Nagib; Vinicius Rodrigues (David Ribeiro), Frank (Natan) e Guilherme Garré; Vinicius Silveira

T: José Carlos Palhavan

Red Bull Brasil: Julio Cesar; Lucas Urias, Anderson Marques, Sueliton e Acácio; Jean, Maicon e Everton (João Denoni); Claudinho, Eduardo (Ytalo) e Léo Castro (Gustavo)

T: Antônio Carlos Zago