Copa Paulista

14.10.2018

Toro Loko empata fora

Sob forte calor, Red Bull Brasil fica no 0 x 0 com o Mirassol

Red Bull Brasil e Mirassol voltaram a se enfrentar uma semana depois do empate no Moisés Lucarelli e, assim como em Campinas, tudo igual no José Maria de Campos Maia. Só que, desta vez, nada de gols no placar: 0 x 0.

“Estava muito quente, mas o importante é que não concedemos nada para o adversário. Controlamos bem no primeiro tempo e, no segundo, praticamente só teve uma equipe. Nós criamos as melhores oportunidades, merecíamos a vitória, talvez como no primeiro jogo. Mas é um ponto que levamos contra uma das equipes favoritas a chegar à próxima fase, talvez até chegar na final”, disse o técnico Antonio Carlos Zago.

O Toro Loko volta a campo na próxima quarta-feira, às 15h, contra o Audax, fora de casa.

“Ficamos contentes pelo que os atletas fizeram, pela dedicação e terem feito o que trabalhamos. Queríamos a vitória, infelizmente não aconteceu, mas levamos um ponto para casa”, completou o comandante.

O JOGO

O tempo quente castigou as duas equipes e manter um nível alto de intensidade durante a partida foi um pouco complicado. Ainda assim, o Toro Loko conseguiu controlar a posse da bola na maior parte do tempo e cedeu pouco espaço.

Na melhor oportunidade do primeiro tempo, Claudinho aproveitou um recuo ruim da zaga adversária e tentou tirar do goleiro, que desviou para fora.

Com pouco mais de 20 minutos, o goleiro Julio Cesar teve um choque de cabeça com o adversário e foi levado ao hospital. Entre o atendimento e o retorno da ambulância, a partida ficou paralisada por 28 minutos.

No retorno, Kewin já trabalhou ao afastar um perigoso cruzamento rasteiro.

Na etapa final, o Red Bull Brasil quase abriu a contagem com um golaço de Everton, que bateu escanteio de três dedos e não fez um gol olímpico por muito pouco.

Léo Castro também teve a chance de marcar, mas viu seu chute colocado passando ao lado da trave de Matheus Aurélio.

E foi só, nada de gols e um ponto para cada lado.

 

FICHA TÉCNICA

Mirassol 0 x 0 Red Bull Brasil

Local: Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol

Árbitro: Kleber Canto dos Santos

Público e renda: 250/R$ 1.725

Cartões amarelos: Luizinho e Alisson (Mirassol); Maicon (Red Bull Brasil)

Mirassol: Matheus Aurélio; Welder, Riccieli, Leandro Amaro e Diego Corrêa (Giovane); Léo Baiano, Diego Felipe (Alisson) e Jardisson (Dalberto); Luizinho, Guilherme Castilho e Carlão

T: Moisés Egert

Red Bull Brasil: Julio Cesar (Kewin); Lucas Urias, Anderson Marques, Sueliton (Douglas) e Carlos Renato; Maicon, João Denoni e Everton; Claudinho (Gustavo), Léo Castro e Ytalo

T: Antonio Carlos Zago