Campeonato Paulista 2016

06.03.2016

Toro Loko derruba o último dos invictos

Red Bull Brasil vence o São Bento por 2 x 0, com gols de Roger e Edmilson

O Campeonato Paulista tinha só um time invicto quando a bola começou a rolar no Moisés Lucarelli, neste domingo, mas o Red Bull Brasil tratou de mudar isso. Jogando uma partida consistente, o Toro Loko foi a primeira equipe a bater o São Bento na competição: 2 x 0, gols de Roger e Edmilson.

“Acho que foi bom, especialmente no primeiro tempo, que a gente criou bastante chances. O jogo fugiu um pouco do controle em alguns momentos, eles tiveram contra-ataques perigosos e foi isso que conversamos no intervalo. No segundo tempo fizemos o gol cedo, o que nos deu um pouco de tranquilidade. Vamos ajustar algumas coisas, mas estamos no caminho certo”, disse o técnico Mauricio Barbieri.

De quebra, a terceira vitória consecutiva colocou a equipe campineira na segunda posição do Grupo D, com 13 pontos, quatro atrás do Corinthians e dois à frente do Água Santa.

“Era o objetivo (entrar na zona de classificação), mas temos de ter consciência que o campeonato ainda está na metade. Agora, temos de brigar e lutar muito para permanecer nessa posição”, completou Barbieri.

O JOGO
O São Bento mostrou o porquê de ter chegado ao jogo deste domingo como o único invicto do Campeonato Paulista. A equipe segurou bem as investidas do Red Bull Brasil no começo da partida. E não foram poucas.

Roger tentou duas vezes pelo alto, Maylson, Misael e Thiago Galhardo arriscaram pelo chão. A bola passou perto, mas nada de entrar. O time de Sorocaba respondeu com Rossi, que até bateu Saulo, só não contava que Diego Sacomam fosse tirar em cima da linha.

O jogo não tinha cara nenhuma de 0 x 0 e o ataque do Toro Loko deu um jeito de resolver a falta de gols rapidinho. Edmilson dominou pela direita e cruzou de canhota na cabeça de Roger, que só tirou do goleiro para abrir o placar.

O segundo tempo mal começou e o Toro Loko foi logo ampliando a vantagem. E foi daquele jeito! Edmilson pegou rebote na área e chutou, a bola bateu aqui, ali, acolá e desviou em Fábio Bahia antes de cruzar a linha.

A vantagem deu tranquilidade aos campineiros. Não havia a menor necessidade de se arriscar. O time chegou menos ao ataque, mas segurou as investidas do São Bento: 2 x 0 no placar.

FICHA TÉCNICA
RED BULL BRASIL 2 x 0 São Bento

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas
Árbitro: Alessandro Darcie
Público e renda: 1.225/R$ 14.250
Cartões amarelos: Nando Carandina e Diego Sacomam (RED BULL BRASIL); Pitty (São Bento)
Gols: Roger (40/1T) e Edmilson (2/2T)

RED BULL BRASIL: Saulo; Gerson, Anderson Marques, Diego Sacomam e Breno Lopes (Igor Sartori); Nando Carandina, Maylson e Thiago Galhardo (Rafael Costa); Edmilson, Roger e Misael (Willian Rocha)
T: Mauricio Barbieri

São Bento: Henal; Bebeto, João Paulo, Pitty e Marcelo Cordeiro; Fábio Bahia, Eder (Hygor) e Clebson (Everton Sena); Diego Clementino, Rossi (Fernandinho) e Anderson Cavalo
T: Paulo Roberto Santos

Red Bull Brasil 2 x 0 São Bento