Copa Paulista

18.11.2018

Toro Loko cai na semifinal

Red Bull Brasil abre 2 x 0, mas leva o empate e não chega à decisão da Copa Paulista

O Red Bull Brasil veio a Araraquara precisando vencer por pelo menos dois gols de diferença para se manter vivo na Copa Paulista. Até conseguiu abrir essa vantagem na primeira etapa, mas, com um a menos a partir da metade do segundo tempo, sofreu o empate: 2 x 2.

“Não conseguimos o nosso objetivo, que era a vaga na Série D. Talvez erramos demais no primeiro jogo, que acabou complicando para o segundo. Mas fizemos um bom primeiro tempo e era questão de aguentar um pouco mais no segundo. Fizemos tudo direitinho. Infelizmente por uma expulsão acabamos ficando com um a menos e facilitou as coisas para o adversário”, disse o técnico Antonio Carlos Zago.

Com o resultado, o Toro Loko está eliminado na semifinal da competição – a final será entre Ferrinha e Votuporanguense – e começa a focar em sua preparação para o Campeonato Paulista.

“Agora, é descansar e depois pensar no Paulista. Um campeonato difícil, então temos de formar um bom time para pensarmos em classificação, quartas de final e, quem sabe, semi. A gente tem de começar a pensar grande a partir de agora”, completou Zago.

O JOGO

Precisando vencer por pelo menos dois gols de diferença para levar a disputa às penalidades, o Red Bull Brasil começou a partida com o pé no acelerador.

Jobson acertou o travessão com dois minutos, Léo Castro foi travado na hora H aos quatro e, aos oito, não teve jeito. Eduardo aproveitou bom cruzamento rasteiro de Carlos Eduardo e completou para o gol.

O ritmo intenso continuou e o próprio Eduardo quase ampliou com um gol olímpico. Se ele ficou no quase na segunda tentativa, Léo Castro aproveitou. O camisa 10 recebeu lindo lançamento de Renan Areias, invadiu a área e tocou sem chances para o goleiro.

A Ferroviária conseguiu equilibrar as ações na volta do vestiário e as duas equipes tiveram poucas oportunidades de ameaçar os goleiros.

A história começou a mudar depois dos 20 minutos. Anderson Marques foi expulso por receber o segundo amarelo e o Toro Loko ficou com um a menos.

Aos 28, Felipe Mateus aproveitou cruzamento da esquerda e cabeceou. A bola bateu na trave, nas costas de Julio Cesar e entrou.

O Red Bull Brasil, mesmo com dez, se lançou ao ataque para tentar o gol que levaria a disputa para os pênaltis. Mas, no fim da partida, Léo Artur recebeu na área e fez o segundo da Ferrinha, dando números finais ao jogo.

 

FICHA TÉCNICA

Ferroviária 2 x 2 Red Bull Brasil

Local: Fonte Luminosa, em Araraquara

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira

Público e renda: 6.061/R$ 38.315

Cartões amarelos: Vinicius Pedalada e João Cleriston (Ferroviária)

Cartão vermelho: Anderson Marques (Red Bull Brasil)

Gols: Eduardo (8/1T), Léo Castro (26/1T), Felipe Mateus (28/2T) e Léo Artur (44/2T)

Ferroviária: Gabriel Leite; Vinicius Pedalada (Raniele), Elton, Gualberto e Arthur; Higor Meritão, João Cleriston (Felipe Mateus) e Léo Artur; Felipe Ferreira, Jorge Eduardo (Tom) e Caio Mancha

T: Vinícius Munhoz

Red Bull Brasil: Julio Cesar; Renan Areias, Anderson Marques, Rayne e Carlos Eduardo; Jobson (Douglas), João Denoni e Léo Castro; Claudinho (Acácio), Eduardo (Gustavo) e Ytalo

T: Antonio Carlos Zago