Copa Paulista

27.10.2018

Tudo igual nas quartas de final

Red Bull Brasil empata com o Mirassol em Campinas; decisão fica para o dia 4

O filme do último jogo entre Red Bull Brasil e Mirassol, em Campinas, se repetiu. O Toro Loko saiu à frente no placar, segurou até o último minuto, mas sofreu o empate: 1 x 1.

“No primeiro tempo erramos um pouco nas bolas paradas e eles criaram alguma dificuldade para o nosso setor defensivo. No segundo, corrigimos essa questão e neutralizamos isso. Fizemos o gol e tivemos uma ou outra oportunidade de matar. Isso não aconteceu e, como no primeiro jogo da segunda fase, a gente vacilou um pouquinho e eles conseguiram o empate”, disse o técnico Antonio Carlos Zago.

Com o resultado, a definição da vaga para a semifinal da Copa Paulista ficou para o dia 4 de novembro, em Mirassol. Quem vencer avança para a próxima fase.

“Temos condições de ir a Mirassol e fazer o mesmo jogo que fizemos na segunda fase. Jogo equilibrado, inteligente e trazer a classificação para casa, que é o nosso objetivo”, completou o treinador.

O JOGO

Desde o primeiro minuto deu para perceber que era uma partida de mata-mata. Mal o relógio virou o ponteiro e os dois times já tinham acertado a trave um do outro.

Na sequência, o Mirassol criou mais chances de perigo, sempre com bolas aéreas, mas Kewin fez três defesas importantíssimas e, quando não conseguiu alcançar, contou com o travessão.

Na etapa final, o Red Bull Brasil corrigiu os erros que precisava e dominou mais o jogo. Claudinho levou perigo em jogada individual e, aos 13 minutos, a rede balançou.

Rayne roubou no campo de defesa e achou Gabriel Leite, que tocou para Ytalo. O camisa 9 limpou a marcação e bateu de esquerda para abrir o placar.

O próprio Rayne, de cabeça, quase marcou o segundo. Assim como Claudinho, em chute de longa distância, mas Matheus Aurélio defendeu nos dois lances.

Quando a vitória parecia encaminhada, Riccilei subiu de cabeça e empatou a partida aos 47 minutos.

 

FICHA TÉCNICA

Red Bull Brasil 1 x 1 Mirassol

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias de Araújo

Público e renda: 209/R$ 1.095

Cartões amarelos: Jean (Red Bull Brasil); Luizinho, Leandro Amaro, Riccieli, Léo Baiano e Daniel Borges (Mirassol)

Gols: Ytalo (13/2T) e Riccieli (47/2T)

Red Bull Brasil: Kewin; Lucas Urias, Anderson Marques, Rayne e Carlos Renato; Jean (Eder), João Denoni e Everton (Jobson); Claudinho, Gabriel Leite (Eduardo) e Ytalo

T: Antonio Carlos Zago

Mirassol: Matheus Aurélio; Daniel Borges, Riccieli, Leandro Amaro e Diego Corrêa; Léo Baiano, Diego Felipe e Jardisson (Matheus Gabriel); Alison Mira, Luizinho (Dalberto) e Carlão (Guilherme Castilho)

T: Moisés Egert