Campeonato Paulista 2017

18.02.2017

Toro Loko empata no Moisés Lucarelli com a Ponte Preta

Equipes ficaram no empate em 0x0 no Estádio Moisés Lucarelli

Os dois times conheciam bem o Moisés Lucarelli. Apesar de o mando ser da Ponte Preta, o Red Bull Brasil também tem o estádio como casa e esse equilíbrio acabou prevalecendo no fim da partida: 0 x 0 no placar.

“Gostei da fase defensiva, muito bem organizada e não tomamos gol, mas precisamos melhorar essa última bola. Agora, vamos procurar recuperar os jogadores para o jogo de quarta-feira”, disse o técnico Alberto Valentim.

Com dois empates, o Toro Loko volta a entrar em campo na próxima quarta-feira. Desta vez como mandante, a equipe vem ao Moisés Lucarelli para enfrentar o Novorizontino, às 17:00. “Precisamos ganhar, mas estamos no caminho certo. Não está faltando entrega e o time está unido. Vamos jogar os próximos 90 minutos com qualidade e vamos partir em busca da vitória, para que possamos seguir rumo à classificação”, completou Valentim.

O JOGO

A Ponte Preta era a mandante da partida, mas o Red Bull Brasil está acostumado a jogar no Moisés Lucarelli. Por conta disso, o primeiro tempo seguiu equilibrado do começo ao fim. Poucos minutos depois de Nando Carandina sair por lesão, Lins arriscou o chute cruzado para a Macaca e a bola saiu à direita do gol. Acertado na defesa, o Toro Loko não correu mais sustos e começou a avançar.

Luan Peres levou perigo de cabeça e Elton quase recebeu lindo passe de Misael, mas a zaga pontepretana conseguiu afastar. A história se repetiu na etapa final. Enquanto Matheus Jesus ameaçou com a cobrança de falta, o Red Bull Brasil chegou com um cruzamento fechado de Thallyson. Os dois treinadores mexeram na equipe em busca dos três pontos. A partir da metade do segundo tempo, a Macaca veio para cima e o Toro Loko se fechou bem, apostando em encaixar um bom contra-ataque. Contudo, as duas equipes conseguiram anular as jogadas opostas, o gol não saiu e o 0 x 0 ficou no placar até o apito final.

FICHA TÉCNICA

Ponte Preta 0 x 0 RED BULL BRASIL

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo Público e renda: 4.245 / R$ 42.400 Cartões amarelos: Clayson (Ponte Preta); Fillipe Soutto (RED BULL BRASIL)

Ponte Preta: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Yago e Artur; Fernando Bob (Jadson) e Matheus Jesus; Lins, Lucca (Erick Salles) e Clayson (Ravanelli); William Pottker T: Felipe Moreira

RED BULL BRASIL: Saulo; Taylor, Willian Magrão, Luan Peres e Thallyson; Alison, Nando Carandina (Milton Júnior) (Denner), Fillipe Soutto e Elvis (Nixon); Misael e Elton T: Alberto Valentim