Campeonato Paulista 2017

03.03.2017

Toro Loko perde para o Palmeiras

Red Bull Brasil equilibra o jogo, mas acaba derrotado por 3 x 1

O Red Bull Brasil não abaixou a cabeça para o Palmeiras, atual campeão brasileiro. A equipe jogou de igual para igual, criou oportunidades e deu trabalho, mas acabou perdendo por 3 x 1.

“O time jogou bem. Tivemos pela frente um Palmeiras muito forte. Estou triste pelos jogadores, que correram muito. Infelizmente, não conseguimos o resultado”, disse o técnico Alberto Valentim.

Na oitava rodada, o Toro Loko vai a Osasco para enfrentar o Audax, no dia 11 de março, às 16:00.

“Temos de caprichar na última bola, fazer com que ela entre, porque o time tem jogado bem”, completou Valentim.

O JOGO

O Red Bull Brasil viu o Palmeiras começar pressionando no início de jogo. Montando o time para a Libertadores, o rival veio para cima e acabou abrindo o placar com sete minutos, gol de Willian.

Passado o susto, o Toro Loko conseguiu equilibrar a partida e jogar de igual para igual. Elvis obrigou Fernando Prass a trabalhar com um chute de longa distância. Rodrigo, cria das categorias de base, também deu trabalho com jogadas pelas pontas. O gol, contudo, não saiu.

A bola rolou para a etapa final e o Red Bull Brasil dominou as ações ofensivas. Com a posse de bola e boas trocas de passes, a equipe campineira foi empurrando o Palmeiras para trás e assustou. Bruno Alves, com um chute de fora da área, quase empatou.

O problema é que se o chute do Toro Loko passou perto, o do Palmeiras, entrou. Roger Guedes puxou contra-ataque, sua finalização ainda tocou na trave antes de entrar.

Apesar da desvantagem, o Red Bull Brasil não se entregou e acabou premiado. Evandro, após bate-rebate na área, completou para o fundo da rede. A equipe ainda pressionou até o último minuto, mas, em outro contra-ataque alviverde, levou o terceiro gol, marcado por Borja.

 

FICHA TÉCNICA

RED BULL BRASIL 1 x 3 Palmeiras

 

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas

Árbitro: Vinicius Furlan

Público e renda: 9.621 / R$ 412.400

Cartões amarelos: Elvis, Bruno Alves, Elton e Thallyson (RED BULL BRASIL); Felipe Melo (Palmeiras)

Gols: Willian (7/1T), Roger Guedes (34/2T), Evandro (42/2T) e Borja (48/2T)

RED BULL BRASIL: Saulo; Taylor, Willian Magrão, Luan Peres e Thallyson; Alison (Evandro), Fillipe Soutto, Elvis (Denner) e Nixon (Bruno Alves); Rodrigo e Elton

T: Alberto Valentim

Palmeiras: Fernando Prass; Jean, Vitor Hugo, Edu Dracena e Egídio; Felipe Melo, Zé Roberto e Guerra (Michel Bastos); Dudu, Willian (Borja) e Keno (Roger Guedes)

T: Eduardo Baptista