Brasileiro Série D

03.06.2017

Toro Loko perde para o Boavista

Red Bull Brasil sofre gol no fim e se mantém na segunda posição do Grupo A14

Jogando a segunda partida seguida em casa, o Red Bull Brasil controlou a bola e veio para cima do Boavista do começo ao fim, mas não conseguiu converter o volume de jogo em gols.

O Boavista atacou menos, mas acertou um grande chute de fora da área e venceu o confronto por 1 x 0. Com o resultado, o time do Rio de Janeiro chegou a sete pontos, o Toro Loko vem logo atrás, com quatro. Caldense, três, e Espírito Santo, dois, completam a tabela.

“Estou chateado pelo resultado, mas não pelo desempenho. Chegamos com bolas limpas, mas não conseguimos converter. Em um lance de felicidade, eles acertaram um chute no ângulo”, disse o técnico Silas.

A equipe volta a campo no próximo sábado, novamente contra o Boavista, desta vez na casa do rival.

“Não houve desorganização ou querer ganhar de qualquer jeito. Ficamos muito chateados, mas estamos no caminho certo e temos condições de reverter isso fora de casa”, completou o comandante.

O JOGO

O Red Bull Brasil começou a partida trocando bola no campo de ataque, mas a primeira chance real de gol veio com o time visitante. Leandrão recebeu na área e desviou de primeira, Saulo fez ótima defesa para evitar o gol.

O Toro Loko seguiu comandando a partida e respondeu com boa jogada individual de Misael, que bateu colocado e não conseguiu superar o goleiro Rafael. Rafael Costa também parou no camisa 1.

A história se repetiu na etapa final. O time campineiro seguiu dominando a bola e jogando no campo de ataque, tentando buscar um espaço na defesa adversária. Éverton Silva e Misael tentaram pelo lado direito, sem sucesso.

No único lance de perigo do Boavista na etapa final, Vitor Faísca acertou um bom chute de fora da área e abriu o placar.

O Toro Loko ainda chegou a ameaçar com uma cabeçada de Anderson Marques, mas não foi o suficiente para conseguir o empate.

 

FICHA TÉCNICA

Red Bull Brasil 0 x 1 Boavista

 

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas

Juiz: Ranilton Oliveira de Souza

Público e renda: 327 / R$ 820

Cartões amarelos: Anderson Marques e Nando Carandina (Red Bull Brasil); Gustavo e Caio (Boavista)

Gol: Vitor Faísca (38/2T)

 

Red Bull Brasil: Saulo; Éverton Silva, Anderson Marques, Willian Magrão e Igor; Nando Carandina (Éder), Doriva e Rafael Costa (Rodrigo Andrade); Misael, Tatá e Edmilson (Evandro)

T: Silas

Boavista: Rafael; Breno Caetano, Gustavo, Anderson Luiz (Derlan) e Jean; Vitor Faísca, Thiago Silva, Willian Maranhão e Lucas (Thiago Coimbra); Felipe Augusto (Caio) e Leandrão

T: Eduardo Allax