Copa Paulista

16.10.2016

Toro Loko perde e dá adeus à Copa Paulista

Red Bull Brasil foi derrotado pelo Nacional e acabou eliminado na segunda fase da competição

O Red Bull Brasil precisava da vitória, na última rodada da segunda fase da Copa Paulista, para seguir vivo no torneio. Infelizmente, ela não veio. Jogando no Moisés Lucarelli, a equipe perdeu por 3 x 1 para o Nacional.

Com a eliminação na competição estadual, o Toro Loko agora começa sua preparação para o Campeonato Paulista e a Série D do Brasil de 2017.

 

O JOGO

Como só a vitória interessava ao Red Bull Brasil, a equipe se mostrou muito mais presente no ataque do que o Nacional. O problema é que não conseguiu converter esse número maior de oportunidades em gol.

Para piorar a situação, os visitantes, no primeiro ataque que tiveram, balançaram a rede. Tuco aproveitou chute rasteiro, apareceu no segundo pau e completou para o gol.

Atrás no marcador e precisando virar o confronto, o Toro Loko seguiu pressionando, mas o gol só veio na segunda etapa. Logo aos cinco minutos, Guilherme Lazaroni completou com força o cruzamento de Bruno Alves.

O gol deu esperança ao time campineiro, mas aos 25 minutos veio o balde de água fria. Após cobrança de escanteio, Emerson Mi dominou na área para marcar o segundo.

O Red Bull Brasil sentiu a desvantagem e, mesmo sem se entregar, não conseguiu chegar com qualidade ao gol de Matheus. No contra-ataque, Celio Guilherme ainda marcou o terceiro para a equipe da capital.

 

FICHA TÉCNICA

RED BULL BRASIL 1 x 3 Nacional

 

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas

Árbitro: Adriano de Assis Miranda

Cartões amarelos: Alef e Willian Rocha (RED BULL BRASIL); Celio Guilherme (Nacional)

Gols: Tuco (24/1T), Guilherme Lazaroni (5/2T), Emerson Mi (25/2T) e Celio Guilherme (48/2T)

 

RED BULL BRASIL: Saulo; Milton Júnior (Pedro Naressi), Matheus Garrido, Willian Rocha e Guilherme Lazaroni; Nando Carandina, Denner e Branquinho; Bruno Alves (Alisson), Erik e Wagner (Wellington Rato)

T: Mauricio Barbieri

Nacional: Matheus; Thiaguinho, Bruno Lima, Marcão e Caio Mendes; Luiz Azevedo, Michel (Klauber), Jobson e Edson Mi; Tuco (Carrara) e Anderson Magrão (Celio Guilherme)

T: Alex Alves