Principais Notícias

07.07.2016

TORO LOKO ESTREIA COM EMPATE NA COPA PAULISTA

EQUIPES NÃO SAÍRAM DO 0X0 NO MORUMBI

A estreia na Copa Paulista 2016 chegou para o Red Bull Brasil, mas os gols, infelizmente não. O Toro Loko encarou o São Paulo, no Morumbi, e ficou no 0 x 0.

“A gente fez bom jogo, especialmente no primeiro tempo, quando criamos muitas chances. O lado negativo é que não colocamos para dentro. É uma estreia e isso sempre é complicado, ainda mais que eles já tinham jogado”, analisou o técnico Mauricio Barbieri.

Na próxima rodada, a equipe campineira vai encarar o Paulista, no Moisés Lucarelli. “Agora passou esse primeiro jogo, é olhar para a frente e pensar na próxima rodada. Temos tempo para ajustar”, completou Barbieri.

O JOGO

Estreante na competição – o São Paulo já havia disputado sua primeira partida -, o Toro Loko criou as primeiras boas oportunidades do confronto. Misael obrigou o goleiro Lucas Perri a trabalhar, já Denner caprichou na finalização, mas a bola acabou saindo pela linha de fundo. O Tricolor respondeu com Pedro, que, na entrada da pequena área, mandou por cima. Misael e Branquinho, no mesmo lance, ainda tiveram a oportunidade de abrir o placar, mas a bola não entrou e as duas equipes foram para o intervalo com o zero no placar.

Os donos da casa voltaram mais perigosos para a etapa final. Saulo fez grande defesa em chute de Pedro, enquanto o Toro Loko começou com dificuldades para criar pelo chão. Se por baixo estava difícil, o Red Bull Brasil ameaçou pelo alto. Willian Rocha teve duas oportunidades, ambas após cobrança de escanteio, mas o gol não saiu. Na estreia do Toro Loko na Copa Paulista 2016, o 0 x 0 prevaleceu.

FICHA TÉCNICA

São Paulo 0 x 0 RED BULL BRASIL

Local: Morumbi, em São Paulo

Árbitro: Marcelo Prieto Alfieri Público e renda: 163 / R$ 1.395 Cartões Amarelos: Denner (RED BULL BRASIL)

São Paulo: Lucas Perri; Tormena, Eder Militão e Kal; Foguete, Vinicius (Pedro), Shaylon, Araruna e Caíque; Murilo (Café) e Pedro (Bissoli) T: André Soares Jardine

RED BULL BRASIL: Saulo; Bruno Ferreira, Matheus Garrido, Marcos Vinicius (Willian Rocha) e Guilherme Lazaroni; Nando Carandina, Denner e Branquinho (Milton); Igor Sartori (Wellington), Misael e Caíque T: Mauricio Barbieri