Campeonato Paulista 2018

03.03.2018

Toro Loko empata com o São Bento

Em jogo sem muitas chances de gol, equipes ficam no 0 x 0

O Red Bull Brasil recebeu o São Bento neste sábado e, em jogo equilibrado, nada de gols para as duas equipes: 0 x 0 no placar.

“Prejuízo do empate é menor do que outros resultados que deixamos de conquistar. São Bento é de Série B, apresenta uma proposta de jogo difícil de enfrentar. Ainda que seja em casa, empatar não é fora da curva. Os outros resultados, somados aos de hoje, é que acaba carregando mais do que deveria”, disse o técnico Ricardo Catalá.

O Toro Loko volta a campo na quinta-feira, contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, às 21h30, e encerra sua participação na primeira fase no domingo, contra o São Paulo.

“Dois jogos difíceis, o lado positivo é que são dois clubes de tradição e a proposta de jogo desses clubes são diferentes. Conseguimos nos adaptar melhor a esse tipo de partida”, completou o treinador.

O JOGO

Sob forte calor, a primeira etapa transcorreu com uma intensidade mais baixa do que o costume. Jogadas travadas e mais lentas resultaram em poucas chances de gol para ambas as partes.

O São Bento chegou a balançar a rede com Lúcio Flávio, mas o atacante estava em posição irregular. O Toro Loko respondeu logo em seguida, com uma cabeçada de Deivid que tocou o travessão antes de sair.

O Red Bull Brasil voltou com Edmilson na vaga de Ricardo Bueno e, logo nos primeiros minutos, o atacante quase marcou. Na dividida com o zagueiro, a bola passou perto do gol de Rodrigo Viana.

Anderson Marques, de cabeça, ainda levou perigo, mas não conseguiu balançar a rede. Assim como Lucas Crispim, que viu seu chute de fora da área passar perto.

No fim das contas, nada de gol para as duas partes e 0 x 0 no placar.

 

FICHA TÉCNICA

Red Bull Brasil 0 x 0 São Bento

 

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza

Público e renda: 633 / R$ 3.435

Cartões amarelos: Tiago Alves e Anderson Marques (Red Bull Brasil); Luizão (São Bento)

Red Bull Brasil: Julio Cesar; Everton Silva, Anderson Marques, Tiago Alves e Breno Lopes; André Castro, João Denoni (Doriva) e Eder Luis; Claudinho, Deivid (Thomaz) e Ricardo Bueno (Edmilson)

T: Ricardo Catala

São Bento: Rodrigo Viana; Régis, João Paulo, Luizão e Marcelo Cordeiro; Fábio Bahia, Maicon Souza e Diogo Oliveira (Celsinho); Lucas Crispim, Lúcio Flávio (Léo Itaperuna) e Everaldo (Cássio Gabriel)

T: Paulo Roberto Santos