Copa Paulista

28.09.2016

Na raça! Toro Loko sai atrás, mas arranca empate

Red Bull Brasil fica no 1 x 1 com o Comercial e, com dois pontos, é vice-líder do grupo

O Red Bull Brasil estreou na segunda fase da Copa Paulista com um empate e, nesta quarta, recebeu o Comercial para buscar a primeira vitória. Apesar de um segundo tempo intenso, ela não veio. Um gol para cada lado e 1 x 1 no placar.

“No primeiro a gente nao encaixou nosso jogo, tomamos o gol e o time estava afobado, errando demais. No segundo tempo jogamos o que a gente sabe, dominou o jogo, criou muitas oportunidades. A bola não entrou, não é o resultado que a gente queria, mas não é um resultado ruim. Hoje estaríamos classificados. Agora é recuperar os jogadores e pensar no próximo jogo”, disse o técnico Mauricio Barbieri.

Com o resultado, a equipe campineira chegou a dois pontos na tabela, ocupando a vice-liderança. O próximo adversário será o Votuporanguense, fora de casa, no sábado, às 15:00.

 

O JOGO

Não dá para falar que o primeiro tempo da partida desta quarta vai ser guardado com carinho pelos torcedores do Red Bull Brasil. No primeiro lance de perigo, aos 13 minutos, o Comercial abriu o placar com Mateus Totô, de cabeça.

O Toro Loko bem que tentou arrancar o empate, mas parecia não ser nossa. Os passes não estavam entrando e os chutes, idem. Nando Carandina arriscou de fora da área e o goleiro defendeu no canto.

O tempo no vestiário, durante o intervalo, fez bem ao time campineiro. As coisas começaram a funcionar e o gol estava ficando maduro. Milton Júnior chegou, Caíque se aproximou mais ainda e Branquinho não perdoou. O camisa 10 aproveitou o pênalti sofrido por Willian Rocha e empatou o duelo.

Com o empate, o Red Bull Brasil veio para cima. A cabeçada de Milton Júnior passou muito perto e Caíque, dentro da área, acabou chutando por cima.

Se o segundo tempo tivesse mais cinco minutos, talvez o Toro Loko tivesse virado o jogo. Infelizmente não teve e o 1 x 1 permaneceu no placar.

 

FICHA TÉCNICA

RED BULL BRASIL 1 x 1 Comercial

 

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas

Árbitro: Paulo Sergio dos Santos

Público e renda: 322 / R$ 1.725

Cartões amarelos: Willian Magrão, Bruno Alves e Nando Carandina (RED BULL BRASIL); Danilo Costa e Naldinho (Comercial)

Gols: Mateus Totô (13/1T) e Branquinho (21/2T)

 

RED BULL BRASIL: Saulo; Bruno Ferreira, Willian Magrão, Willian Rocha e Guilherme Lazaroni; Nando Carandina, Milton Júnior e Branquinho; Bruno Alves, Erik (Caíque) e Igor Sartori (Wellington Rato)

T: Mauricio Barbieri

Comercial: Marcio; Ewerton, Fabão, Danilo Costa e Murilo Ceará; Acleisson (Julio Lopes), Renatinho (Leandro Oliveira), Mael e Ingro; Thiago César e Mateus Totô (Tiago Moura)

T: Marcelo Dias