Categoria de Base

12.03.2016

HORA DE VOLTAR PARA CASA

Equipes se despedem de série de amistosos com derrota para o Coritiba

O cansaço bateu, e os resultados das últimas partidas em Curitiba não foram os pretendidos pelo Red Bull Brasil. Na manhã deste sábado, as categorias Sub-17 e Sub-15 foram derrotas por 5 a 2 e 2 a 0, respectivamente. Mas a derrota é apenas um detalhe quando há a certeza de que o Toro Loko está no caminho certo. Agora, é hora de voltar para casa e continuar os trabalhos.

O primeiro tempo não foi da maneira que o Red Bull Brasil Sub-15 esperava. Pressionada, a equipe não encontrava muitos espaços para chegar ao campo de ataque e tomou o gol cedo. Após jogada rápida, Lucas Mazetti saiu cara a cara com o gol e bateu rasteiro para abrir o placar. Os donos da casa ainda assustaram em outras duas oportunidades antes do intervalo. Na primeira, em chute cruzado para fora. Na segunda o goleiro Leonardo saltou e defendeu chute dentro da área.

“Primeiro tempo a gente sentiu um pouco a fadiga dos outros jogos. Enfrentamos um adversário duro e organizado, mas mesmo assim em muitos momentos igualamos o jogo e tivemos chances para empatar. Foi o time mais difícil dessa sequência”, comentou o treinador Gustavo Almeida.

A mudança de postura após o intervalo foi nítida e não demorou muito para o Toro Loko começar a criar as oportunidades. Com mais controle de jogo, o time assustou logo no início da segunda etapa com Juliano, que chutou da entrada da área. Em seguida foi a vez de Júlio César bater falta e exigir boa defesa do goleiro adversário. Pressionando e com mais posse de bola, o Toro Loko quase marcou após bela jogada de Júlio César, que tocou para Matheus Bispo. O número 7 bateu forte e a bola passou ao lado da trave. No lance seguinte foi a vez de Matheus Isaías completar cruzamento, cabecear e quase marcar. No contra-ataque, Nicolas aproveitou chutão e, de frente com o gol, tirou de Leonardo e fechou o placar: 2 a 0.

“Estamos fortalecidos e mais experientes em relação a disputar partidas competitivas. Saio daqui com a sensação de que percorremos o caminho certo”, completou.

 

Assim como o Sub-15, o Sub-17 também saiu atrás do marcador. Até então melhor na partida, o Toro Loko levou o primeiro gol em jogada de contra-ataque. Mas não demorou muito para conseguir o empate. Marcelo, de fora da área, deu uma prévia do que viria. Em bela trama pela direita, Bocchio recebeu cruzamento de Lucas e, de primeira, bateu forte para marcar: 1 a 1. Pouco antes do descida para os vestiários, Belli salvou o Toro Loko com ótima defesa em chute forte na área.

O segundo tempo começou melhor para o Red Bull Brasil. Com ritmo intenso e trocas rápidas de passes, o Toro Loko levou perigo ao gol adversário em duas chegadas. Mas, novamente em contra-ataque, o Coritiba conseguiu balançar as redes. E, novamente, não demorou muito para a equipe chegar ao empate após chute forte de João de Deus. Pena que quase não deu muito tempo para jogar com a igualdade. Em bola esticada, o Coritiba chegou ao terceiro gol e desempatou. O Coxa ainda marcaria outras duas vezes para terminar com a vitória por 5 a 2.

“A viagem foi extremamente válida e enriquecedora. Abrimos mão de jogos em São Paulo para enfrentar outras culturas de jogo. Equilibramos durante 60 minutos e sabíamos da queda na parte física por causa da sequência de jogos, mas ainda mantivemos o nível. Tivemos dificuldades com mudanças táticas e o adversário soube se aproveitar”, analisou o treinador Christian Tudisco.