Categoria de Base

31.03.2016

VITÓRIA E EMPATE NA ESTREIA EM BELO HORIZONTE

Time comandado por Gustavo Almeida vence por 3x2; no outro jogo, Toro Loko iguala placar no fim

Uma vitória e um empate. Foi esse o saldo do primeiro dia de amistosos das equipes Sub-15 e Sub-17 do Red Bull Brasil. Enquanto a equipe comandada pelo técnico Gustavo Almeida venceu o AMDH por 3×2, o time de Christian Tudisco conseguiu, no apagara das luzes, arrancar um empate em 3×3 contra o mesmo time. Os próximos compromissos serão amanhã, contra o Cruzeiro.

O Sub-15 começou a partida dentro de seu estilo: pressionando o adversário no campo de ataque. E não demorou muito para o Toro Loko criar as principais chances do primeiro tempo. João Arthur quase marcou duas vezes, em chute forte defendido pelo goleiro e em arremate após completar cruzamento. O abafa continuava surtindo efeito. Júlio César não balançou as redes por causa do goleiro, e Luis Phelipe, após dar meia lua no zagueiro, chutou tirando tinta da trave. E, como diz o ditado… Logo em seguida, pênalti para os donos da casa, que bateram sem chances para o goleiro Leonardo e abriram o placar.

“A gente fez uma boa partida no geral e conseguiu controlar a maior parte do jogo. Tivemos dificuldade de se adaptar ao gramado apenas. Criamos muitas chances, e como o adversário acaba chegando menos no gol, exige mais concentração, porque nas poucas chances que demos eles fizeram o gol. O volume de chances não representou o placar, e isso precisamos melhorar”, comentou o técnico Gustavo Almeida.

Mas nada de se abalar. Luis Phelipe tocou na saída do goleiro e a bola, que não custava em não entrar, bateu na trave. No rebote, Adrian completou para o gol livre e empatou. E a trave, no lance seguinte, resolveu dar as caras de novo e impediu o gol da virada em cobrança de falta de Luis Phelipe. O Red Bull Brasil começou a segunda etapa com a mesma intensidade da primeira. E não demorou muito para o Toro Loko ser premiado. De primeira, Yago Sanchez completou cruzamento e virou o jogo: 1×2. Minutos depois, o atacante roubou a bola do goleiro e marcou o terceiro para o time campineiro. O AMDH ainda diminuiu, mas não conseguiu evitar a vitória do Red Bull Brasil.

 

Assim como o Sub-15, a equipe comandada pelo técnico Christian Tudisco também saiu perdendo. A bola tinha acabado de começar a rolar quando os donos da casa abriram o placar após cobrança de falta. O susto foi ainda maior quando Pedro, que também marcou o primeiro, completou cruzamento e aumentou a vantagem. As coisas pareceram que ficariam melhor quando Martinelli cobrou falta e a zaga desviou para o próprio gol: 2×1. Mas nem deu tempo de comemorar, porque no lance seguinte Pedro, em posição duvidosa, fez o terceiro.

O Toro Loko voltou do intervalo com algumas mudanças. Lucas recebeu em velocidade pela direita, botou na frente e foi derrubado na área. O próprio lateral bateu com segurança e converteu. Com mais posse de bola, o Red Bull Brasil quase empatou com Marcelo, que chutou fora da área e obrigou o goleiro a mandar para escanteio. Pressionando o adversário, a equipe conseguiu o empate no apagar das luzes. Danilo fez boa jogada e bateu para o gol. No rebote, João de Deus tocou para o gol e marcou: 3×3.

“Gostei da postura do adversário, que exigiu bastante da gente. Não entramos em um nível bom de concentração e do poder de recuperação. Fomos bem agressivos no um contra um e infiltrações. Colocamos o time deles para trás e buscamos o empate. Não merecíamos outro placar diferente”, analisou Tudisco.