Categoria de Base

10.03.2016

Sub-15 goleia o Paraná, e Sub-17 é derrotado

Categorias de base fazem o primeiro dos três amistosos programados até sábado

Uma quinta-feira com muita chuva e muitos gols. Foi assim a partida entres as equipes Sub-15 do Paraná Clube e Red Bull Brasil. Com gols de Luís Phelippe,Yago Sanchez, Matheus Bispo e João Arthur, o Toro Loko goleou o adversário na Vila Olímpica, em Curitiba, por 4 a 0 e estreou com o pé direito no primeiro dos três amistosos que o time fará até sábado. Nesta sexta-feira, a equipe encara o Atlético-PR e, no sábado, o Coritiba.

A partida começou movimentada, e o Paraná chegou com perigo em duas oportunidades antes dos dez minutos. Na primeira o goleiro Vinícius se esticou todo e, com a ponta dos dedos, defendeu um chute de fora da área e mandou a bola para escanteio. Os donos da casa voltaram a assustar, mas a bola passou ao lado da trave. Ambos os lances serviram para acordar o Red Bull Brasil. Tanto é que depois disso, só deu Toro Loko.

Marcando sob pressão, a equipe abriu o placar com Luís Phelipe, que recebeu passe de Adrian, driblou o zagueiro e tocou na saída do goleiro. E logo depois com Yago Sanchez, que acertou um belo chute de fora da área e ampliou o marcador para 2 a 0. Wallison, ainda antes do fim da primeira etapa, quase marcou o terceiro ao completar cruzamento na área e mandar por cima do gol.

O ritmo intenso do Toro Loko não demorou muito para se mostrar eficiente na segunda etapa. Samuel saiu em velocidade e na ponta direita encontrou Matheus Bispo, que dominou e bateu cruzado para fazer o terceiro. Com mais posse de bola e sem passar por nenhum susto, o Toro Loko ainda teve fôlego para marcar o quarto gol. João Arthur, em cobrança de falta no ângulo, fechou o marcador.

“Começamos um pouco nervosos individualmente, porque era um primeiro momento nosso. Mas depois fomos nos acertando e deixamos o jogo mais fácil. Gostei da nossa marcação sob pressão, pois conseguimos roubar e criar chances, além do desequilíbrio individual, que foi bom”, analisou o treinador Gustavo Almeida.

 

Em jogo logo em seguida, o time Sub-17 do Red Bull Brasil perdeu por 3 a 1. Assim como a do Sub-15, a equipe também enfrenta o Atlético-PR nesta sexta-feira e o Coritiba no sábado.

A partida começou truncada e a primeira chance foi dos adversários. Após cruzamento da direita, o goleiro Victor Hugo se esticou e, com muito reflexo, evitou o primeiro gol em cabeceio do ataque do Paraná. Logo depois, o arqueiro fez outra bela defesa com os pés, mas no rebote o árbitro assinalou pênalti. Os donos da casa cobraram e fizeram o gol.

As coisas ficaram ainda mais difíceis para o Toro Loko logo nos primeiros minutos do segundo tempo. Após roubar a bola, o ataque paranista chegou ao segundo gol. Com a desvantagem ainda maior no marcador, o Red Bull Brasil saiu para o jogo e conseguiu ficar mais tempo com a posse de bola. O Paraná, por sua vez, esperava uma chance para contra-atacar. E ela veio acompanhada pelo terceiro gol.

“Fomos vulneráveis e apesar de conseguirmos algum tipo de controle, oferecíamos chances para o adversário, com os méritos deles também. Equilibramos um pouco, mas o placar estava dilatado. Fizemos o gol e criamos chances, mas não merecemos sair com um placar diferente do que foi”, afirmou o treinador Christian Tudisco.

O Toro Loko diminuiu com Martinelli, que pegou rebote após chute na trave e mandou para o fundo das redes. Em seguida, Monteiro completou cruzamento de primeira e mandou por cima do gol. O Red Bull Brasil ainda teve uma última chance com Danilo, que driblou o zagueiro chutou, mas o goleiro do Paraná conseguiu evitar o gol.